A quebra de um grande tabú!

// // // // // //

Já eram 22h, assistíamos a um filme confortavelmente na sala quando a campainha tocou. – Patty, atenda lá! E ela levantou preguiçosamente, de forma que todo o encanto dos seus contornos foi evidenciado pelo suave pijama de seda quase transparente que a envolvia. Peitos a furar o tecido e com o bumbum levemente de fora, caminhou até a porta. – Menino, você por aqui? Que surpresa é essa? Dê-me um abraço! – hahaha, pois é, vim assistir um filminho com vocês, amanhã estarei de folga e posso jogar um Pôker com seu marido. André foi meu aluno na universidade e no alto dos seus 22 anos, era um rapaz lindo, rosto de modelo e corpo escultural. Eu sempre recebia meus alunos preferidos em casa, jovens de mente brilhante e muito amadurecidos para a pouca idade. Tínhamos uma relação de extrema cumplicidade e abordávamos filosoficamente todos os tabus, valores e conceitos sociais nos nossos diálogos. Portanto, me senti muito à vontade com sua presença e não me importei que visse minha esposa semi-nua. Sabia que no fundo, o respeito que nutria por mim, não lhe permitiria outra visão de Patty, senão a de uma mulher madura e respeitável. Já há algum tempo que percebi o carinho especial de Patty por André. Ela o tratava como a um irmãozinho mais novo, sempre com muito dengo e carinho. Ela realmente gostava dele e o tinha como um membro da nossa família. Temos três filhos, Marx de cinco, Lênin de oito e Francisco de 11 e os três estavam dormindo na casa de um casal amigo e vizinhos de condomínio, que também tinham três filhos da mesma faixa etária. – Que surpresa rapaz, que bom que está aqui, vamos assistir os três filmes da série “O Poderoso Chefão, serão nove horas ininterruptas, está preparado para varar a noite? – Foi por isso que vim professor, sabia que numa noite chuvosa como essa só aqui poderia ver um filme tão bom e com excelente companhia para discutir os temas abordados. E claro, ser tão bem preenchido e dengado por Patty, que sempre nos prepara incríveis gulousemas com tanto carinho, hahahahaha. Nesse instante, Patty surgiu da cozinha com três drinks feitos à base de Vodka e frutas. – Não esperavam por isso hein? Quero ver o que essas mentes prodigiosas serão capazes de produzir depois de alguns drinks. – Que maravilha, eu estou bem acostumado, mas vamos ver meu querido aluno, como se comportará. Será capaz de domar a própria mente e produzir ainda mais? – Hum, tá uma delícia Patty, acho que surpreenderei aos dois, após alguns drinks costumo me tornar excelente orador. Não pude deixar de notar um sorriso diferente estampado na face de Patty, sorria timidamente a cada frase de André, mas não me concentrei muito nisso. Coloquei uma musiquinha e conversamos bastante deitados no tapete da sala. Outros drinks foram servidos e quando já estávamos todos bem alegres, decidi que assistiríamos ao filme. Patty tem 35 anos e sempre foi um exemplo de esposa. Advogada, sempre administrou muito bem o tempo profissional com a família e sendo muito honesta, nunca me deu motivos para desconfianças. Porém, nessa noite, senti algo diferente, seu sorriso, os drinks, sua atitude sempre sem graça diante do nosso amigo… Enquanto fui ao banheiro, ela ficou na sala com André preparando o filme e umas coisinhas para comermos. De baixo da ducha quente, pensei comigo mesmo. – Não, não, ela não seria capaz, sempre foi muito puritana, moralista e ciumenta. Não, isso é coisa da minha cabeça… Mas bem que poderia, hum… Meu pau enrijeceu instantaneamente e percebi que senti muito tesão só de imaginar que Patty poderia estar atraída por André naquele momento. Mas senti ciúmes também, uma certa insegurança, um moleque perfeito, mais novo… Apesar de eu ser um quase coroa de corpo escultural também. Que nada, do jeito que ela é, não seria capaz de olhar pra nenhum homem. Continuei meu banho quente e relaxei pensando na minha mais recente pesquisa, “Os mitos e Tabus da Sexualidade Pós Cristianismo”. No fundo, desde muito novo, nunca assimilei o padrão de comportamento sexual das culturas modernas, me acho um cara diferente, porém nunca tive oportunidade de praticar o que penso, até porque dependo da mente e comportamento de outras pessoas. Patty sabe de tudo o que penso e pesquiso, mas não é conivente e sempre deixou claro que se um dia eu partisse para a prática, me largaria como esposa e nos tornaríamos apenas amigos. Ao sair do banheiro, ouvi vozes e música. – Pôxa, já colocaram o filme? – Venha amor, só ta faltando você, começou agora. Vesti uma cueca boxer bem molinha e confortável e fui pra sala. Fiquei surpreso, não estavam lá. Foram para o quarto! Me aproximei e há alguns metros da porta, avistei a TV, mas não os dois e pude perceber que não era o filme que havíamos combinado. Fiquei observando que filme era aquele, mas sem vê-los e também sem que pudessem perceber minha presença. No filme, um casal viajava para uma cidade de montanha em busca de conhecimento, de terapia de casal. Lá chegando, se acomodaram numa mansão, quase um castelo e foram recebidos pela terapeuta, que os apresentou um homem alto, musculoso e muito bonito. O homem conduziu a esposa para outro ambiente e o marido seguiu a terapeuta, que enquanto caminhava, deixava cair peças da sua roupa. O filme migrou para outra cena, onde o homem que havia levado a esposa aparecia num quarto com mais dois grandes e bonitos homens nus e a esposa de olhos vendados. Não acreditei! Patty havia colocado um puta filme erótico, com um enredo maravilhoso, de um dos melhores cineastas do ramo e havia procurado na minha gaveta. O detalhe é que possuo muitos deles. Ela nunca se interessou em assistir comigo, na verdade, até me condenou algumas vezes por me permitir esse tipo de entretenimento. Dei um passo a frente e bem de cantinho, avistei os dois, Patty estava deitada no meio da cama e André depois dela, no canto direito da cama. Parece que haviam deixado o canto esquerdo pra mim. Fiquei ainda mais surpreso ao ver minha esposa com uma calcinha branca de renda transparente e com uma miniblusa que deixava a base dos seus seios à mostra. André estava sem camisa e somente de bermuda e pude perceber sua ereção de longe. Eles estavam um do ladinho do outro, quase que se tocando, mas se mantinham estáticos. O clima era de tensão e resolvi me manter onde estava e ver aonde isso ia dar. A esposa então foi submetida pelo homem a passar as duas mãos nos três peitorais, posteriormente nos três pênis e depois de limpar meus óculos, a vi chupando ainda com as vendas, os três musculosos homens simultaneamente. Olhei para Patty afim de verificar sua reação, quando a vi passando sua mão por baixo da blusa, acariciando rapidamente seus grandes e lindos seios e posteriormente deixando um deles oitenta por cento à mostra. André estava de ladinho, com seu corpo de frente pra ela, mas não ousava olhar para Patty, não desgrudava os olhos do filme. De repente, virou um pouquinho a cabeça e percebeu o seio à mostra de Patty, percebi sua respiração ofegante suspirando fundo, seu pau quase explodia na bermuda e Patty já havia percebido, dando olhadelas de relance. Sua mão escorregou lentamente e encostou na cintura de André, acariciou lentamente, o mesmo nada fez, sequer se mexeu. Sua mão continuou deslizando lentamente e parou acariciando a virilha do meu aluno, de um lado, do outro, de um lado, do outro. André deitou a boca diretamente no mamilo da minha esposa e chupou desesperadamente e ela retribuiu colocando o pau dele pra fora e batendo uma incrível punheta. Os dois se beijaram loucamente e ela partiu pra cima de André, o despiu e iniciou uma chupada excepcional, uma cena que nunca imaginei, nem nos meus melhores sonhos, nem nos meus piores pesadelos. Ele montou nela e começou a lhe chupar e eu loucamente, com a barriga gelada, não agüentei e apareci pelado e de pau duro em frente aos dois. Ele parou e os dois me olharam por instantes. Eu dei um passo à frente e dei meu pau para Patty chupar, enquanto que André também se aproximava e fazia o mesmo. Por um bom tempo ela alternou seus lábios carnudos em nossos paus, engolindo, chupando, passando a língua, se deliciando. Eu desci e comecei a sugar aquele clitóris maravilhoso, aquela xoxota rosada de pêlos bem cortadinhos. Rapidamente ela gozou e ensopou meu rosto com seu néctar. Ficou de quatro e pediu que André a penetrasse. Seu pênis possuía um diâmetro consideravelmente maior que o meu e eu sabia, no fundo, que ela gozaria profundamente no pau dele. Posicionei-me de frente pra ela que me chupava loucamente, abri sua bunda, arrebitei sua xoxota e o pedi que enfiasse lentamente, deixando ela sentir cada centímetro do seu pau. Quando ele entrou todo, Patty rebolou e tremeu, olhou pra mim com uma cara perversa, e pediu que ele metesse nela com velocidade e força. Ele agarrou as mãos em seus cabelos e puxou com força, porém sem machucá-la. Ela urrava, chupava meu pau, gritava, pedia mais, que ele a maltratasse com o pinto, que a fizesse gozar como nunca. Ela gozou loucamente e pediu que ele a chupasse. Enquanto André fazia Patty gozar mais uma vez, ela não parou de me chupar, me olhando com uma cara de puta que nunca havia feito, me agradecendo com os olhos pelo que estava acontecendo. Gozou intensamente na língua do meu aluno e subiu em mim e iniciou uma cavalgada. André se posicionou por trás e encostou seu pau no anelzinho de Patty. Ela ficou surpresa, mas não proibiu como fez comigo por muitas vezes. Ele enfiou a cabecinha, parei de penetrar e esperei sua penetração por inteiro. Ao enfiar seu pau quase todo, Patty urrou um misto de dor e prazer e iniciamos a dupla, nos alternando naquele corpo que até então só havia sido meu! Fiquei alucinado ao olhar seus seios balançando, ao sentir seu suor escorrendo e seu corpo ser dominado por outro homem bem pertinho de mim. Sentia-me um legítimo macho, dando o máximo de prazer à fêmea. A essa altura, ela beijava minha boca, beijava a de André quase que simultaneamente e gritava de prazer, pedia para metermos forte, dizia que estava louca e sendo arrombada, e gemia alto e livremente! Chegamos ao melhor orgasmo das nossas vidas, eu e André tiramos nossos paus e gozamos em cima da barriga de Patty, que recebeu nosso esperma deslizando sua mão e lambuzando ainda mais seu corpo. Rebolava e ria um sorriso sacana, sentindo prazer por ver nosso prazer. Deitamos e enfim, assistimos coladinhos o primeiro filme da saga “O Poderoso Chefão”.
Autor: Gregoinka
 
Doutorsexo’s

Meu Marido queria me ver putinha de outro e fui currada gostoso

Oi, quem já leu alguma das minhas histórias sabe que escrevo pra reviver aqueles momentos gostosos que passei , coisa que fazia somente me masturbando na cama ou no chuveiro , também sabe que não sou nenhuma gatona deliciosa que aparece nos contos que leio , sou bem normal mesmo , 1, 51 de altura 50 kg , morena queimada de sol ,pois sou neta de índia e se não tomar sol fico com a cor amarelada , não tenho nenhum pelo no corpo à não ser uns pelinhos ralinhos na xoxota , olhos castanhos meus cabelos não são lisos como da minha avó india ,minhas pernas são finas e tenho a bundinha magra porém redondinha e durinha com marquinhas de bikines minúsculos que faço questão de usar , meus lábios são carnudos e meus amigos me chamam de “bocuda” , meus cabelos são castanhos , ou seja não sou de chamar a atenção , na época do ocorrido eu tinha 29 anos e estava casada com o Sérgio , pai do meu filho e que já contei aqui brincadeiras nossas com uma namorada dele , a Kátia , de uma época que estavamos separados mas continuávamos trepando , mas vou deixar de enrolação e contar oque aconteceu , estava casada com o Sérgio e morávamos na asa norte , apartamento pequeno mas muito aconchegante , todo arrumadinho , trepávamos em todos os lugares , pois na maioria dos fins de semana , quando não íamos pra chácara da familia dele , a mãe dele ficava com nosso filho , em um desses fins de semana em casa , o Sérgio colocou um filme de sacanagem pra gente ver , ele sentado no sofá e eu mamando a rola dele , aliás uma bela e deliciosa rola , grande , grossa e esporrenta , ele com os dedinhos na minha xota e meu cuzinho , brincando com eles , eu de ladinho empinando meu rabo , levantei e caí de quatro no tapete de frente pra TV pra ficar levando pica e vendo a sacanagem na tela , ele me comendo devagar e dois caras comendo uma loira no filme , ele falou: —Tá gostando do que tá vendo?Queria estar no lugar dela?Duas picas pra você?Fala pra mim , queria estar com um pau na xota e outro nessa boquinha gostosa? Falava e me comia devagar , enfiando tudo e deixando enterrado na minha buceta , me segurando pelo quadril , depois ia tirando devagar e voltava novamente até o fundo da xota , eu adorando , gemendo baixinho e empinando minha bundinha pra ele me comer , olhava pra ele e sorria safadinha , pensando nas trepadas que já dei e também do chifre que coloco nele com nosso amigo betinho(que me comeu na chácara e já contei aqui e o marido da minha irmã ,pra quem adoro dar minha bucetinha) , tirou o pau da minha buceta e sentou no sofá , eu levantei e fui me ajeitando na rola e sentei, ele continuou: —Responde putinha , têm vontade de ter dois cassetes pra você brincar? Eu resolvi entrar na brincadeira e ver até onde o Sérgio ia e respondi: —E você? Quer me ver sentadinha no colo de outro macho? Dando minha bucetinha e achando bom? Pedindo rola? Rebolando com um pau enterrado na xota? Outro me fazendo puta? Me comendo com força? Falava e meu tesão aumentava , rebolava no caralho do meu marido , nós dois olhando o pau dele todo dentro da minha buceta , eu falava sussurrando baixinho , gemendo com meus lábios encostados aos dele e dando beijinhos gostosos , depois abraçadinha com ele continuei: —-E quando outro estiver me comendo? Me botar pra chupar rola? Estiver se satisfazendo comigo , eu chorando gostoso num caralho diferente , você vai ficar olhando? Ou os dois vão me comer juntos? Igual a sacanagem do filme?. Ele: —Os dois , quero ver você dando e quero te comer junto , quero fazer tudo , sei que você é uma putinha safada , te conheço Martha , sei que você tá gostando da idéia , me fala a verdade , você já trepou com dois? Subindo e descendo na pica dele eu menti (quem já leu minhas histórias aqui sabe) : —Nunca . Ele : –Então me fala , meu amor , quer ou não quer? Falou me pegando e me virando no sofá , fiquei com as pernas arreganhadas , e ele metendo com tudo , até o fundo ,eu segurei minhas pernas e ficamos os dois olhando a rola sumir dentro da minha buceta , tirava e batia com a pica na testa da minha xota e metia tudo de uma vez e falava: —Fala pra mim , vagabunda , sei que você quer , me responde agooooooraaaaaaa , putinha deliciiiiiiiiiooooooooosaaaaaaaa , coisa linda , putinha safaaaaadaaaaaa , quero ver você bem puuuutttaaaaaaa pra outro machoooo , quero ver você bem puuuuutaaaaaaaaaaa , se divertindo gostoso com duas picas só pra você . Tirou o pau e ficou de pé na minha frente , eu sentada no sofá com as pernas abertas , me ajeitei pra ele do jeito que ele gosta , com a boquinha aberta e gemendo , segurei meus peitos e coloquei minha lingua pra fora , ele esporrou na minha barriga , rosto e boca , me deixou esporrada do jeito que adoro , com aquela porra branca e gostosa dele espalhada no meu corpo enquanto eu falava gemendo: —Goooozaaaaaaaa meu maaaaachoooooo , goza na tua puta , me lambuza toooooooddaaaaaaaa com essa porra gostosa , deixa tua putinha toda esporraaaaaaadaaaaa seu goooooosssstttooooooooosoooo , eu te amoooooooooooo . Fiquei brincando com a porra olhando pra ele com carinha safada , juntava com os dedos e levava porra pra boca e pra xoxota deixando ela mais meladinha , ele pegava com o dedo oque caiu no encosto do sofá e enfiava na minha boca e eu engolia tudo , depois chupei um pouco mais sua pica esporrada , dando beijos na cabeça melada de porra e fomos pro banho. No banho ele me lavou todinha e eu dei banho nele , namoramos um pouco e ele me falou: —-Eu estava falando sério , meu amor , tenho vontade de te ver trepando com outro , só de pensar já estou com tesão , sei que você é uma safadinha e quero que tenha esse prazer , eu e outro te comendo de tudo quanto é jeito , você peladinha na frente de outro , mostrando essa marquinha de sol linda que você tem nessa bundinha levadora de pica , quero te ver bem satisfeita e contente levando rola de outro homem .Responde Martinha , me fala que você quer , meu amor. Eu me abracei com ele e falei em seu ouvido , me esfregando nele : —Quero sim , meu amor , quero dar pra outro na sua frente , ser bem putinha pra te deixar feliz me vendo ser comida por outro homem , chupar ele olhando pra você , é isso que você quer? Ser corninho? Com sua mulhersinha sendo putinha de outro ? Te colocar chifre? Meu amor , eu te amo , me fala . Fui falando assim e empinando minha bundinha para ele meter o pau que estava super duro , me ajeitei levantando uma perna , ele meteu com carinho , me segurando com força e beijando meus ombros , dando mordidinhas que sabe que eu adoro e fando no meu ouvido : —Sua safadinha linda , eu também te amo , mas quero ser corno , quero te ver gozando em outra pica , quero te ver sendo a putinha de outro macho , ver você levando porra e achando bom , quero muito ser corno , quero levar chifre . Falando e me comendo gostoso , eu olhava pra ele com carinha de puta , fazendo charminho com meus lábios , gemendo baixinho , com uma mão na parede e a outra abrindo minha bundinha pra ele , ele tirou o pau e meteu o dedo na minha xota , eu reclamei chorosa querendo pau , mas ele me acalmou na hora que tirou o dedo melado da buceta e foi enfiando no meu cu , metendo o pau novamante na buceta da puta dele , e ficamos naquela sacanagem , eu comecei a me masturbar e empinar mais meu rabo , o Sérgio enfiou o dedo no meu cu e ficou brincando com ele na minha bunda , eu rebolando devagar , ele com o dedo no meu cu e eu quase gozando , senti ele gozando dentro e não aguentei e gozei gostoso debaixo do chuveiro , ele esporrando na minha xota e eu beliscando o dedo dele com meu cuzinho eu tendo espasmos de gozo ,gemendo alto me tremendo toda e ele falando: —-Isso sua puta , é isso que eu quero que você faça , quero te ver gozando igual uma puta , sua safadinha sacana , quero te ver sendo arrombada por outro , me diz que você quer meu amor , diz pra mim que quer dar pra outro diz. Eu: —Vou te colocar um belo par de chifre seu corno , do jeito que você quer , na hora que você mandar , eu te amo ,meu macho lindo. Ele nem imaginava que já era corno à muito tempo , o Betinho nosso amigo me comia no mínimo duas vezes por mês desde quando ainda namorávamos, sem contar o marido da minha irmã Marília , que adorava me levar pro motel e foder de tudo quanto é jeito durante as tardes que eu faltava a faculdade pra comer minha bundinha, só que agora o Sérgio ia ser corno vendo de perto sua esposinha fudendo com outro , estava adorando a situação , meu tesão estava à mil e anciosa pra acontecer logo a festa , ficava imaginando tudo que eu ia fazer , e fiz questão de falar pro Sérgio que queria dar pra outro lá em casa , ele concordou na hora , o meu corninho lindo . Passaram três semanas e nada ,continuamos fudendo e ele falando que quer ser corno , eu já chamava ele de corno na cama , o tesão dele aumentava na hora , num sábado o Sérgio foi levar nosso filho pra casa da mãe dele e disse que ia jogar futebol , meio dia a empregada foi embora e eu fiz um bolo e coloquei no forno , fui tomar um banho e pensei comigo que estava um ótimo dia pro Sérgio trazer um amigo pra gente se divertir , era outra coisa que me deixava super curiosa , quem ele estava arrumando pra me comer? Torcia pra que fosse o Betinho , mas também queria que fosse outro , um bem gato , com um belo pau , ficava pensando e me excitava , me sentindo uma putinha safada , isso me deixava mais com vontade de dar , caralho , que tesão que me dava .Tomei meu banho e fiquei cheirosa , passei creme no corpo e no cabelo , coloquei um short largo confortável sem calcinha e uma camisa do Sérgio bem larga que tinha a figura do frajola e um chinelinho de couro , estava em casa , bem confortável , fiquei no sofá da sala vendo TV , de repente chega o Sérgio com um outro cara ,um cara mais velho que ele (43 anos ,adoro homens mais velhos)branco queimado de sol , alto e muito bonito com um belo corpo , uma pequena barriguinha de cerveja mas um belo exemplar de homem , me assustei , pois não esperava ele aquela hora , geralmente ele ficava bebendo cerveja depois do futebol , mas desconfiei na hora que ia entrar na rola naquela tarde , fiquei com minha barriga gelada , olhei pro Sérgio e me levantei pra beija-lo , dei um beijo em seus lábios e ele falou: —Oi meu amor , esse é o Pedro , você ainda não conhece , mas marcamos de qualquer dia a gente passar um fim de semana com a familia dele na chácara , pra gente fazer um churrasco e tomar banho de piscina , a mulher dele está viajando com os filhos e convidei ele pra vir aqui pra casa , pra gente comer alguma coisa e beber umas geladas . Falou isso me abraçando de lado , e passou a mão na minha bunda .Olhei pra ele e sorri , depois sorri pro Pedro e falei: —Legal , Pedro sinta-se em casa , vou pegar a cerveja , e podem comer oque vocês quiserem , como eu disse , você está em casa. Estava pegando fogo por dentro , fui na cozinha e o Sérgio entrou , me agarrou e disse no meu ouvido : —Quer dar pra ele Martha? Eu: —Quero , já falou com ele?Ele já sabe que você quer? Sérgio: —Não , mas tomamos umas cervejas e falamos de sacanagens , e pelo que ele me contou , está doido por uma bucetinha , só fode a mulher dele que está viajando.Adorei você falando que podemos comer oque quisermos , ele me olhou surpreso , acho que está desconfiando.Falei que vou tomar banho , volta lá sosinha e toma conta da situação .Te amo. Voltei pra sala e servi cerveja pro Pedro , ele sentado numa cadeira e eu sentei no sofá , encarando ele e falei : —-O Sérgio foi tomar banho , e você? Quer tomar um banho? Está muitio calor aqui em Brasília , e como estavam jogando bola deve estar suado , se bem que eu adoro cheiro de homem suado , não gosto de “CC” , mas cheiro de homem me deixa doida . Ele: —É mesmo? Hummm , mas eu não trouxe roupa , vou tomar banho e colocar a mesma roupa suja? Eu me levantei , como estava sem sutiã , percebi que ele não tirava os olhos dos meus peitos , cheguei mais perto , servi mais o copo dele , bebi um pouco e falei: —Mais tarde você coloca uma roupa do Sérgio , mas agora não precisa , se quiser podemos tomar banho juntos e ficar sem roupa , que tal? Ele ficou com os olhos arregalados , mas depois me disse que já desconfiava oque ia acontecer ,segurou no meu braço fazendo um carinho e disse : —-E o Sérgio?Oque ele vai achar de ver nós dois no banho juntos? Eu falei com carinha safada: —Ele vai adorar me ver cuidando de você , te dando banho e outras coisas mais . Ele ficou de pé e me abraçou , demos um beijo e me virou de costas , sentou na cadeira e eu sentei no colo dele de costas gemendo , ele afastou meus cabelos e beijou meu pescoço , passando as mãos nas minhas pernas e depois colocando por dentro da camisa e apertando meus peitos , que já estavam com os bicos duros , nisso entra o Sérgio só de short e fala : —-Hummm espero não estar atrapalhando , que está achando da Martha , Pedro? Tá gostando dela? Pedro : —Muito , mas quero mais , muito mais .Que mulher cheirosa você tem , que pele macia . Falou isso tirando minha camisa beijando minhas costas e meu pescoço, eu fiquei só de short , que eu mesma tirei e fiquei peladinha , me levantei e peguei na mão dele e disse: —Vamos pro banho , gato , quero te dar um banho de chuveiro e depois de lingua , vêm comigo vêm , quero te fazer um carinho gostoso . Fui andando peladinha , só de chinelo , o Sérgio pelado com o pau duro , eu rebolando pro Pedro , ele veio comigo com a mão na minha bunda , no banheiro ele tirou a camiseta suada enquanto eu abria o chuveiro , ele tirou o tênis e ficou de cueca , eu vendo que já estava de pau duro , fiquei de joelhos no tapete do banheiro e tirei a cueca dele , só então pude ver seu pau , lindo , brancão cheio de veias , um pouco maior que do meu corninho , mas com uma cabeçona vermelha grande , muito grande aquela cabeçona de rola , o pau torto pra esquerda , segurei e beijei o saco suado dele , olhando pra ele , ele com as mãos na cintura , eu segurando em suas pernas cabeludas , esfregando meu rosto naquele saco peludo , cheirando debaixo do saco igual uma cadelinha no cio , fiquei beijando a rola toda , passando meus lábios e minha lingua de leve , provocando o Pedro e dando meu show pro Sérgio , o Pedro começou a me acariciar o rosto e os cabelos , com carinho segurei seu pau e abri a boca , dei uma chupada na cabeçona , ele gemeu alto , eu sorri com o pau na boca , olhei pro Sérgio e vi ele alisando seu pau , como o pau do Pedro estava na minha boca , eu fiquei passando as mãos nas pernas dele , no saco dele eu passava minhas unhas com carinho , depois passei minha lingua do saco até a glande do pau dele , passei minha lingua naquela rolona toda , por baixo , por cima , esfreguei na cara , apertei pra sair melsinho da cabeçona e passei nos meus lábios como se gosse batom , o Pedro ficou doido com aquilo e falou gemendo: —AAiiiiiiiiiiieeeeeeeee caraaalhoooooo que boquinha sacaaaaaanaaaaaa , que coisinha safadinha , dá beijinho na rola , dá beijinho na rooooollllaaaaaaaaa, moreninha gostosa , que chupada gostosa , continua minha gatinha , continua não pára não . Escutando isso , eu dei mais uns beijos estalados e uma chupada na cabeça , dei algumas mordidinhas gostosas no caralho , sempre cheirando e beijando , teve uma hora que eu tentei engolir todo mas a posição não ajudava , o banheiro é muito pequeno , e fiquei com medo dos vizinhos escutarem os gemidos do Pedro , me levantei e ele me abraçou , colocou o pau na minha barriga e me colou em seu corpo eu com meu rosto encostado e seu peito cabeludo (o Sérgio tem o peito liso)sentindo seu cheiro de macho , entramos no chuveiro , dei um banho nele demorado , lavando seu cassete com bastante espuma , olhava pro Sérgio e ele se masturbava com a cena da sua esposa dando banho em outro macho , lavei o Pedro todo , depois ele me deu banho , me fazendo carinho safado , fiquei nas mãos dele , só não molhei o cabelo , pois tinha lavado mais cedo , mas ele me colocou encostada na parede e lavou minha bundinha e minha xotinha por trás , brincou com a mangueirinha do chuveiro , lançando jatinhos no meu grelinho duro e no meu cuzinho , eu adorando a brincadeira , estava bem putinha mesmo , e olhava pro Sérgio sorrindo , ele sorria feliz , me vendo sendo putinha de outro , saímos do banho e fomos pra sala , o Sérgio tinha fechado as cortinas e tinha ficado escurinho , o Pedro me pegou de frente e me beijou a boca , eu correspondi o beijo e ficamos nos beijando demoradamente , ele me alisando toda e eu pendurada em seu pescoço , mexendo meu quadril de modo que minha xota ficasse em contato com o pau dele , ele me virou de costas e colocou o pau nas minhas coxas , eu me ajeitei pra ficar de frente pro Sérgio , pra ele poder ver tudo que o pedro estava fazendo com sua esposinha , o Pedro me encoxava com aquela rola grossa e eu virava meu rosto pra continuar com minha lingua na boca dele , ele me apertava as tetas e me alisava toda , eu com as pernas fechadas ao máximo pra sentir a rola esfregar minhas coxinhas que à essa altura já estavam meladinhas , sentia o pau dele resvalando na entradinha da xota e comecei a facilitar pra ele meter e falei gemendo: —-Quer comer agora? quer me comer a buceta? Vêm me conhecer por dentro , manda na tua putinha , manda que eu obedeço. Como estávamos de frente pro Sérgio que estava sentado no sofá ele me soltou e se abaixou com o rosto na minha bundinha , começou a me chupar a buceta por trás , eu abri as pernas e empinei minha bundinha pra facilitar a chupada abrindo com as mãos meu rabo , ele me segurava pelo quadril e com sua lingua dura alternava entre minha buceta e meu cu , eu delirando com aquilo , ele esfregava a cara na minha bunda , lambia meu reguinho , beijava minha buceta e meu cu , beijava minha bunda toda e depois beijava meu cuzinho enfiando a lingua nele , o Sérgio ficou de pé no sofá e eu abocanhei seu caralho meladinho , chupei com gosto o pau do meu marido , ele gemendo , me chamando de puta safada , mandando eu olhar pra ele com o pau na boca , me chamando de vadia , de sem vergonha , e eu arreganhadinha com um macho me chupando gostoso e eu chupando meu marido corno , o Pedro levanta e começa à me dar palmadas na bunda , PLAFT , PLAFT ,PLAFT, o Sérgio pega no pau e começa à me bater no rosto com a rola , eu gemendo de tesão falo pros dois : —–Aiiii caralho que tesão , quero ser puuuutttaaaaaaaa ,podem me bater ,quero apanhar dos meus machos , quero chupar os dois juntos quero esses dois caralhos na minha boca agoooooraaaaaaa. Sentei no sofá e segurei as duas picas , chupei com tudo , abocanhei primeiro o do Pedro , chupei com carinho , de olhos fechados , bati linguinha , lambi ele todinho , dei mordidinhas sacanas , coloquei o caralho na boca e dei voltas com a lingua na cabeçona , engoli até onde consegui e me engasguei na rola dele , cuspi na pica e espalhei a saliva no pau todo depois soprei pra ele ficar arrepiadinho , dei risada do jeito que estava conseguindo deixar aqueles dois machos malucos de tesão , o Sérgio esfregava a rola no meu rosto e eu engolindo o pau do Pedro quase até o talo , engasgava e cuspia , deixando a baba descer pelo meu queixo e tetas , melando também minhas coxas de baba de puta , depois dei um trato especial no pau do meu corninho , engoli e babei todo , com o Pedro me dando pirocada na cara , estavam saindo lágrimas dos meus olhos , os dois malucos e eu mais ainda , me levantei e fiquei de pé e me olhei , estava toda babada , o Pedro me puxou e beijou minha boca , enfiando a lingua na minha boca e espalhando com a mão a saliva em meu corpo e sentou no sofá e falou mandando: —-Senta aqui gostosa , senta na rola , quero te comer agora , vêm se entregar pro teu macho , quero arrombar essa bucetinha cheirosa , quero te comer bem gostoso. Me ajeitei no colo do Pedro , coloquei os dois pés no sofá , ele segurando o pau reto pra cima , me apoiei nos ombros dele e fui me encaixando naquela delícia de pau , quando senti a cabeçona na entradinha da minha buceta fui sentando devagar , deixando aquela rola invadir minha xoxotinha safada , sentava olhando a rola sumir dentro de mim, o Pedro gemia alto e eu também estava delirando de tesão , sabendo que meu corno estava vendo sua esposinha sendo devidamente comida no sofá da sala , comecei a rebolar no colo do Pedro , mostrando o tanto que estava achando bom fuder com ele , beijando sua boca e seu rosto todo , mordendo suas orelhas e ele as minhas , numa chupação danada , abraçadinha nele , depois comecei a subir e descer no pau dele , ele me ajudando , com as duas mãos na minha bunda , me levantando e me puxando com força ,me dando palmadas na bunda PLAFT , PLAFT , PLAFT cada palmada eu dava um gritinho safado , mostrando que estava adorando apanhar na bunda , e PLAFT , PLAFT na minha bundinha eu gemia pra ele: —-Come , come , come , fode minha buceta , fode gostoso sua putaaaaa , quero rooooolllaaaaaaaaaaaa , me fooooooooddeeeeeeeee me faz puuuuuttaaaaaaa mefaz puuuuuuttttaaaaaaaaaaaaaaaa fode , fode fode com tudo , macho pirocuuuuuuddoooooooooo. tá gostando? Tá? Tá gostando de comer a esposa do amigo corno? Tá gostando de me foder? Por que eu tô adoraaaaaaaaaannnnnddoooooooooooo , quero rrooooooollaaaaaaaaaa quero piiiiicaaaaaaa na buceeeeeeeetaaaaaaaa. O pedro me comia com força e falava : —-Caaaaraaaaalhooooooo que bucetinha maciiiiiiiiiaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa , que putinha goooooosssstttooooooosaaaaaaaa , quero te comer toda , pula na rola pula putinha safada , mostra que você é puta mostra . Eu dava com gosto minha buceta pro Pedro , estava adorando levar pica , o Sérgio pertinho e eu olhei pra ele e disse: —Tá gostando , meu amor? Tá gostando de me ver sendo comida por outro? Tá achando bom ver sua esposinha sendo puta de outro ? Me ver sentada com um pau enterrado na buceta?Me fala , me fala , meu amor , fala pra mim meu corninho lindo , quer ser corno? Gosta de ser corno? O Sérgio meteu o pau na minha boca , me fez chupar ele , depois o saco , chupei as bolas dele , pois sei que ele adora quando ponho suas bolas na minha boca nisso eu sinto que vou gozar ,começo a me tremer toda gozando deliciosamente na rola do Pedro chorando gostoso e tendo espasmos (eu gozo demorado me tremendo toda me dizem que minha buceta dá beliscão quando gozo), beijei seu caralho lindo e ele falou gemendo: —–Tô adorando te ver fudendo com o Pedro e gozando na rola dele , quero te ver feliz na rola de outro macho , quero ver você sendo putaaaaaa , sendo vagabuuuuundaaaaaaa , ai que tesão , quero te comer também , deixa eu comer essa buceta arrombada por outra , você agora têm dois homens pra cuidar , você agora é duplamente puta, Me puxou e eu deitei de frente pra ele no sofá , ele colcou almofadas no chão e eu abri minhas pernas o máximo , o Pedro ajudando eu abrir as pernas pra ficar bem arreganhada , eu adorando ser tratada como uma puta , o Pedro começou a chupar meu pé , chupando cada dedinho com carinho , lambendo meu pé esquerdo , o Sérgio veio e meteu o pau na minha buceta e começou a bombar , eu delirando , o Sérgio pegou meu outro pé e começou a chupar também , o Pedro ficou de joelhos e me deu a pica pra eu mamar , mamei na rola com gosto da minha buceta ,não demorou nada e já estava dando gritinhos de gozo novamente , meus machos rindo ao me ver gozar me tremendo toda , depois o Pedro ficou de pé no sofá com a rola na minha cara , eu me ajeitei pro Sérgio continuar me comendo a xota e o Pedro segurou meus cabelos e começou a comer meu rosto devagar , enfiando o pau na minha boca até onde eu aguentava , eu engasgava mas adorava a sacanagem , cada vez que ele tirava o pau da minha boca eu cuspia e deixava meu queixo e minhas tetas babadas , o Pedro e o Sérgio adorando , me vendo uma puta safada na mão deles , fazendo tudo , começaram a trocar de lugar , eu com as pernas arreganhadas e eles cada hora um fazendo uma coisa , enquanto um me fodia a xota outro me comia a cara , ficamos nessa putaria durante um bom tempo , eu adorando ser tratada igual a uma puta de repente o telefone tocou , o Sérgio foi atender e era a mãe dele , nisso o Pedro sentou no sofá , eu me levantei e olhei pro Sérgio , ele fez sinal pra que continuássemos , eu sorri pra ele , o Pedro se ajeitou e eu sentei de costas pra ele , sentei e fiquei paradinha , rebolando bem devagar , o Pedro amassando meus peitos apertando meus biquinhos duros , ele fechou as pernas e eu me ajeitei melhor ,sentando com as pernas abertas apoiadas no sofá pra mostrar pro Sérgio o Pedro com o caralho enterrado na minha buceta , comecei à fazer movimentos pra cima e pra baixo , rebolando com aquele caralho dentro de mim , o Pedro me pegando com força , me puxando pelos ombros pra ficar todo dentro de mim , passando as mãos nas minhas coxas e na minha buceta e o Sérgio conversando com a mãe , eu levantei e fiquei de frente pro Pedro , sentei na rola dele de uma vez , minha buceta já arrombadinha de levar rola , fiquei abraçadinha no pedro levando pica ,e beijando na boca , sussurrei no ouvido dele : —Tô adorando dar minha bucetinha pra você , mas a gente também pode se ver sem o Sérgio saber , podemos nos encontrar só nós dois pra você fazer tudo que você quiser comigo , vai ser nosso segredinho gostoso , você quer? Ele respondeu sussurrando dentro da minha boca , nossos lábios se tocando : —Claro que eu quero te comer muito ainda , mas quando o corno quiser eu venho te comer na frente dele , já que ele gosta tanto . Eu gemendo falei : —Então me pega no colo e me leva pro quarto sem tirar o pau de dentro de mim , me come na frente dele um pouco enquanto ele conversa com a mamãe e me come na nossa cama , quero dar pra você na cama lá no meu quarto . O Pedro me pegou no colo e se levantou , o pau enterrado dentro de mim , ficamos de lado pro Sérgio , pra ele ver o pau sumindo dentro de mim , eu com vontade de gritar e mandando beijinhos pro corno , fazendo carinha de puta satisfeita , estava toda entregue na mão do Pedro , pra ele me comer à vontade , fazer oque quiser comigo . Fomos pro quarto , no corredor ele parou e me comeu na frente do espelho , pude ver a cena , eu estava toda despenteada , com a cara babada e minha bunda vermelha de apanhar do meu macho , ficamos vendo a cena e falei baixinho : —Me leva pra cama , me come na minha cama , quando o corno me comer lá vou lembrar de você me comendo , me faz puta na minha cama , toma conta da sua puta , me come no meu quarto, meu macho comedor , fazedor de corno . Chegamos no quarto e ele foi sentando na cama sem tirar o pau de dentro , fomos nos ajeitando até ficarmos deitados no meio da cama , eu por cima e ele por baixo , comecei a rebolar no caralho grosso do Pedro , totalmente entalada naquela rola , atreladinha na pica daquele macho tesudo , pulei durante um tempo e não demorou estava gozando de novo , mas desta vez gozei nos braços dele , abraçadinha , e fiquei paradinha me recuperando , tentei sair pra descançar mas ele não deixou e me colocou de quatro , quando meteu a pica em mim , eu de quatro chegou o Sérgio , não falou nada , só ficou olhando e com o pau na mão , eu gemendo putinha abri minha boca de um jeito safado e falei : —Vêm cá meu corno , vêm ver sua esposa levar rola na nossa cama , me dá sua pirocona linda pra eu chupar , vêm me fazer putaaaaaa , vêm me fazer puta de vocês . Eu Me arreganhei toda , empinando minha bundinha pro Pedro me comer a xota , fazendo charminho com minha bundinha queimadinha de sol , o Pedro fazendo carinho na minha bunda e no meu cuzinho , abrindo minha bunda com força , eu sentindo meu cu se dilatar , comecei a piscar meu cuzinho pra ele . Falei pra ele : —-Fica paradinho Peeeeeedrooooo fica parado , deixa eu dar minha buceta pra você , deixar eu rebolar pro corno me ver dando pra você , macho gostoso.Deixa eu mostrar pro corno o tanto que eu sou sua puta Ele ficou parado , comecei à rebolar bem safadinha , indo pra frente e voltando com tudo pra trás , quando escapava eu dava um jeitinho safadinho pra rola entrar de novo , estava adorando dar um show de putaria pros dois , meu novo macho gemendo alto , me chamando de deliciosa , da vagabunda maravilhosa , meu corno com o pau na mão me vendo ser comida por outro na nossa cama ,isso porque ainda ia dar pro Pedro sem o Corno saber , enquanto isso chupava o pau do meu maridinho que tanto amo , ele vendo o cassetão sumir todinho e eu gemendo fazendo charminho . o Pedro pegou meus pés e segurou igual um carrinho de mão , eu com os pésinhos esticadinhos e ele segurando com carinho , empurrando o pau dentro da minha buceta. No alto do tesão eu falei pro corno: —Quero dar meu cuzinho pro Pedro , corno , quer ver sua esposa sendo enrrabada por outro? Quer aumentar o tamanho do chifre ? Quero levar pau no cuuuuu , quero ser enrrabada por ele , meu corninho , fala pra ele me enrrabar com carinho e depois com força , manda ele me encher o cu de porraaaaaa .quero sentir esse caralhão no meu cuzinho safadinho , deixa ele comer esse cuzinho que é só seu , seu corninho lindo , eu te amoooooo. O Sérgio foi no banheiro buscar o KY, eu sorri safadinha pro Pedro sem falar nada , só empinei minha bunda , mostrando meu cuzinho que ele ia comer naquele momento , ele me deu um beijo e falou baixinho no meu ouvido sem tirar o pau de dentra da minha buceta: —Você é uma puta muito safadinha , Martha , vamos nos divertir muito . O Sérgio chegou e os dois lambuzaram meu cu de creme , o Pedro passou no pau dele e deixei o Sérgio cuidar do meu cuzinho com carinho que ele adora comer e encher com a porra dele gostosa , ele colocou dentro do meu cu e enfiou com carinho dois dedos pra alargar um pouco , eu gemendo alto , chorando bem safadinha de quatro , peguei um travesseiro e me abracei nele me arreganhando toda , o mais arreganhada possível , dando meu show pros dois , adorando tudo aquilo e abrindo minha bunda com as duas mãos e falando pros dois: —Façam com carinho , quero dar meu cu pros meus dois homens , mas tem que começar devagarinho , mas o primeiro a me comer a bunda é o Pedro , hoje ele têm o privilégio de abrir o caminho pro corno , depois meu machinho chifrudo me enrraba também , quero pau no cu agora . Falava isso me masturbando , queria gozar com um pau no rabo , estava maluquinha de tesão , já tinha gozado à beça mas queria mais , queria levar porra dos meus machos , o Pedro ficou de pé e eu olhei pra ele fazendo beicinho e carinha de puta , quando encaixou a cabeçona no meu cu eu gritei de susto , a cabeça da rola dele é muito grossa , me ardeu muito na hora e eu gritei chorosa: —Calma filho da puta , calma com meu cu , tá doendo caaaaraaaaaalhoooooooo , sua cabeça é muito grande , não tira não , mas vêm devagar porra . Ele veio metendo o pau devagar , se apoiou na cama e veio , eu sentindo o pau me arrebentar o rabinho , tentei ir pra frente mas ele não deixou , me segurou no quadril , e o Sérgio mandava ele meter tudo , eu comecei a gostar da brincadeira e já não gritava de dor , sentia as coxas cabeludas do Pedro encostarem nas minhas , nessa hora eu não estava tão arreganhada , mas o Pedro me segurou de um jeito forte e me colocou arreganhada novamente e empurrou tudo ,eu gritei alto: —Aaaaiiiiiiiiiieeeeeeeeee meeuuuuuuu cuuuuuuuuuu , ai meu cu , ai meu cu , ai meu cuzinho , seu filho de uma putaaaaaaa , tá me arrebentando com esse caralho grossooooooo , tá gostando do meu cuzinho? tá gostando de me enrrabar? Me faz putaaaaaa , me faz sua puuuuutttaaaaaaaaaaa , aiiiieeee meu cu , que gostooooooosoooooooo ser enrrabaaaaaddaaaaa , come essa bunda , come essa bunda coooooomeeeeeeeeee meuuuuuuu cuuuuuuuuu. O Sérgio pediu pra ele sair e veio também , como meu cu já estava arrombado , ele meteu tudo , mas devagar com carinho , eu gemendo ,estava suada pela enrrabada que estava levando , o Sérgio me comeu a bunda gostoso , os dois me enchendo a bunda de palmadas , minha bunda ardida de palmada e meu ardido de rola , eu adorando ser puta daqueles dois machos , começaram a trocar de lugar , uma hora o Pedro me pegou e meteu tudo de uma vez ,eu berrei mas gostei , ele me pegou os cabelos e puxou com força , bombava no meu cu com força e puxava meus cabelos sem parar eu me masturbando gozei de novo , eles continuaram a curra , teve uma hora que resolvi continuar meu show pro corno e falei : —-Fica parado Pedroooo fica paradinho com esse caralho enterrado no me rabinho , quero abraçar seu caralho com meu cu , tá gostando do carinho? tá sentindo meu cuzinho piscando em volta do seu pau gostoso/ Isso foi demais pra ele , ele aguentou pouco , começou a bombar com tudo , me segurando o quadril e metendo com força avisou que ia gozar . eu falei gemendo alto e depois gritando sentindo a porra no meu cu: —Vêm , Vêm me encher o cu de poooorrrraaaaaaa , vai gozar na sua puta? Me enche o rabo de pica e porraaaaaaaa , me encharca o cu , me encharca o cu , me encharca o cu de poooooorrraaaaaaaaaa , seu safadooooo goooooosssttooosoooooo pirooooccuuuuuuuddooooooo , descarrega eese sacão cheio de porra na minha bundinha de puta , tô adorando levar seu pau e sua porra no meu cuzinhoooooooo, me dá leitinho de picaaaaa , me dá leite de homem dentro do meu cu , me enche o rabinho de leite grosso. E Ele me encheu o cu de porra , sentia os jatos dentro do meu cu à cada estocada que ele dava dentro do meu cusinho arrombadinho por eles , quase gozei de novo com aquela esporrada dentro do meu cu , nisso o meu corno não aguentou , me deitou na cama e esporrou no meu rosto , eu abria a boca pra levar porra na cara , ele me lambuzou o rosto e os ombros , peitos , depois o Pedro veio e dei uma chupada deitada , os dois com os paus na minha carinha esporrada , o Sérgio juntava com a pica e levava na minha boca , o Pedro começou à fazer junto com ele , juntando a porra do corno com o pau dele pra eu chupar as duas picas esporradas , nessa hora eu sorri pros dois com a cara toda esporrada , eles ficaram batendo com as picas no meu rosto até amolecerem , eu dando beijinhos estalados e lambidas nas cabeças esporradas . Ficamos cansados , mas fomos tomar banho , os dois me deram um banho caprichado , meu macho e meu corno que tanto amo , eu me abaixei pra lavar meu cuzinho e eles viram a porra escorrer do meu cu , depois dessa fudemos algumas vezes mais , e continuei me encontrando com o Pedro , que adorou me ter como sua putinha , depois eu conto mais coisinhas gostosas que fizemos juntos . Beijos , Martha

Autor: Martha

Doutorsexo’s

transa no motel..loucura total

Olá gente meu segundo conto aqui então não reparem eu to pegando o jeito kkk… Vamos la….Eu…Eduarda..18 anos morena olhos castanhos…..1,69 , 58 kg…peitos e coxas grandes….namoro a um ano..ele moreno 1,79 olhos verdes braços fortes e um barriguinha q me deixa loca….bom tudo começou na noite de sábado 28/08/10…ele me chamou pra irmos tomar alguma coisa no centro da cidade..eu aceitei numa boa….legal ele parou em um posto de gasolina e comprou uma barra de chocolate, 1 trident menta e 3 cervejas….(obs: meu organismo é bem fraco xapo fácil fácil)já desconfiei de td…entrou no carro e fomos para o centro …ele me deu 2 garrafas e disse :amor só vou beber uma pq estou dirigindo ..as outras duas e toda sua…puts .eu tomei metade deu ma e fui bebendo bebendo…tomei uma inteira…(já fiquei meia boba..ai abri a outra e quando estava na metade..ele disse: amor ta muito quente aqui né..vamos procurar outro lugar pra ficar..e eu concordei…bom eu estava meia zonza..e com muito tesão…e ele me olhava como um lobo faminto….saimos da cidade e entramos em uma rodovia….aiii eu perguntei onde estávamos indo e ele disse q era surpresa….de repente olhei pra calça dele e vi seu lindo pau grande e um pouco grosso durinho querendo saltar daquela calça..ele percebeu q eu estava olhando e me olhou com um sorriso de quem estava pedindo..puts não agüentei…tirei o cinto e cai de boca naquela pica gostosa..ummm muito bom…chupei com vontade apalpando suas bolas…as pernas dele ficaram bobas…mas tomei cuidado pois estava dirigindo.hehe….ele parou o carro..e onde estávamos?..em um enorme motel..nunca tinha entrado em um..ele olhou pra mim e disse: vamos brincar um pouquinhu agora…e eu sorri com um olhar de puta safada q estava com a xana piscando de tanto tesão por aquele homem… Entramos e ele já foi logo ligando a banheira…uma cama enorme nos esperava….ele me pegou por trás..e começou a beijar minha nuca..humm adoro quando ele faz isso,me empurrou ate a parede de costas pra ele e continuou beijando minha nuca agora com as mãos em meus seios q estavam durinhos de tanto prazer q eu estava sentindo uma mistura de prazer desejo muito boa….desabotoou meu sutien e foi levantando minha blusa bem devagar..a vontade q eu tinha era de agarrar aquele macho gostoso mas fechei os olhos e curti o momento….me virou de frente tirou toda a minha blusa e descer a língua ate os meus seios..aiii q delicia sugava com força e eu empurrava sua cabeça pra mais perto..nossa nessa hora minha xaninha estava encharcada e lokinha de desejo…ele tirou meu shorts e meteu direto aquele dedo na minha xana..ooooooo meu deus eu vi estrelas..e gozei sem poder controlar…ele sorriu e foi me lambendo ate chegar na minha xaninha..e lambeu tudinho…ai q delicia… eu fiquei mais loka ainda tirei toda sua roupa e pude sentir mais uma vez aquela pica maravilhosa durinha esperando pelos meus lábios q estavam latejando de tesão….empurrei ele ate a cama e deixei ele deitadinho olhando pra mim..q visão maravilhosa..um homem lindo suado com uma pica vermelha…e tudinho pra mim..ele me olhava com desejo querendo enfiar aquele pau na minha grutinha molhadinha..foi ai que me entreguei de vez…fui por cima beijando todinho…ate chagar em sua boca..foi quando ele me disse com uma voz bem mancinha quase sem som…amorr deixa eu fuder deu cuzinhu deixa?..eu fiquei meio assim..mas aceitei …me mandou ficar de 4….e la veio ele com aquela pica enorme na minha bundinha..abriu bemmm minha bunda e colocou a cabeçinha…hum dei um gritinhu de dor e prazer..ele perguntou se estava doendo e eu mandei ele continuar ..axu q ele ficou mais excitado com isso e meteu de uma vez só no meu cu..aaaaaaaaaaaa gritei como uma cadela..q dor q eu senti..mas dava pra sentir seu pinto dentro de mim e isso me deixava mais excitada…começei a rebolar e ele gemia bem baixinho batendo em minha bunda….começou um vai e vem maravilhoso e bem rápido.eu já não sentia mais dor..gritei q ia gozar outra vez e ele me pediu pra gozar q ele ia encharcar meu cuzinhu por dentro….pude sentir aquele leitinhu quente dentro de mim….caimos na cama cansados e ele começou a me fazer carinho perguntando se tinha duido muito e eu disse q não (mas na verdade doeu muito)…ficamos ali parados por uns 15 minutos ai ele me disse: ta afim de uma segunda rodada pra valer agora?achei q ele estava brincando e ri..ele me pegou forte e deitou em cima de mim..humm q macho gostoso um corpo quente em cima de mim podia sentir a pica dele rossar minha xana. Me beijou intensamente e abriu minhas pernas colocou a pontinha do cacete dele…mas ficou me provocando colocando e tirando a cabeçinha…ó meu Deus eu estava louca outra vez….foi ai q nõ aguentei mais e arranhei suas cosatas gritando: enfia logo na minha xana..anda amor me fode todinha vai….pelo amor de Deus em come vai…ele obedeceu enfiando td dentro de mim num empurrão só..aiiq delicia era sentir aquela pica dentro de mim…começou um vai e vem bem devagar e foi aumentando eu gemia muito …e pedi pra ir mais rápido ele ia mais rápido me puxando pela cintura…minhas pernas tremiam..e eu tive o maior e mais intenso orgasmo..ooooo q delicia era sentir aquilo..ele ditou ao meu lado e fomos pra banheira..ali ficamos um bom tempo suspirando ….depois fomos direto pra casa dele..puts ainda estava todo mundo acordado..kk q aventura..eu amei..me despedi e ele deu um tapinha na minha bunda e sussurrou no meu ouvido: boa noite minha puta safada…rrssrssr uiii me arrepie toda e fui pra casa….(na rua de baixo)..rsrsrs cheguei e só estav meu irmão dormindo no sofá fui pro meu quarto e dormi como um anjo..hehe

Autor: dudazinha

OBS : EU SÓ PUBLICO OS CONTOS SEMPRE TEM A REFERENCIA DO AOUTOR  (a) não fiquem me mandando recadinhos

Doutorsexo’s

Uma fantasia realizada

 Sexo com três amigos Estava em casa meio desolada e louca de tesão, quando recebi a ligação de uma amiga dizendo que tinha um bom vinho em casa e só faltava companhia para e bebê-lo. Vesti- me e perfumei-me afinal não saio de casa sem estar me sentindo a mulher mais desejável do mundo (mesmo que seja só para beber vinho com uma amiga e conversar). Ao chegar a casa dela fui surpreendida, pois ela estava me esperando com mais dois amigos em comum, diga-se de passagem, que dois gatos, fortes, musculosos e muito atraentes, fiquei ruborecida afinal estava em casa só pensando em dar uma transadinha e ao enxergá-los logo pensei que podíamos mesmo fazer um grupal maravilhoso. Mas guardei para mim os meus pensamentos safados. Entrei na sala, estavam sentados nas almofadas, rindo, e bebendo. Papo vai e vem, senti uns olhares de Rafael para o meu decote, o que me deixou extremante vaidosa e excitada, minha amiga também percebeu e acabou fazendo um comentário para ele ao invés de só olhar, passar a mão, que ela tinha certeza que eram lindos seios durinhos em com o biquinho rosado. Ele prontamente veio em minha direção, e colocou a mão dentro da minha blusa, eu a esta altura já estava totalmente excitada e ofegante, tentando parecer normal. O outro amigo olhou, riu, e também veio a minha direção colocando a mão entre as minhas pernas e dizendo que preferia lamber em vez de passar a mão. Fiquei muito sem graça afinal nunca tinha passado por situação parecida. Foi então que a minha amiga revelou que eles tinham uma relação sexual ativa entre os três mas que estavam buscando um novo desafio, por isso ela que tinha muito tesão em mim, lembrou de me convidar para participar de uma festinha deles. Como sabia que uma das minhas fantasias sempre foi fazer um ménage a trois, e que também sabia que eu tinha mesmo era vontade de ser o centro das atenções, tendo as outras duas pessoas ali só para me dar prazer, falou com os rapazes e decidiram me dar uma tarde do mais intenso prazer, fazendo em mim o ícone de prazer. Perguntou se eu topava, e obviamente topei. Não é todo dia que a sorte bate na sua porta. Eles começaram a me acariciar lentamente, ela ali assistindo e se masturbando, eles tiraram minha blusa e começaram a lamber meus seios cada um de um lado do meu corpo, foram me despindo e lambendo meu corpo que tremia de tanto tesão, ela veio bruscamente para o meu lado e arrancou minha calcinha num movimento rápido que me deixou ainda mais excitada, imaginando se ela iria me tocar também ou só olhar, Rafael que era loiro e muito, muito gostoso com um pau enorme, começou a dar umas batidas com o pau na cara dela me deixando um pouco enciumada, pois queria atenção só para mim, ela percebeu e veio em minha direção fez o Rafael me penetrar bem forte e fundo deixando toda a minha xaninha molhada arregaçada e começou a lamber o meu grelinho com toda vontade. Pedro que estava antes entretido, beijando meu pescoço olhando eles me fodendo começou a penetrar ele e passando a mão no meu seio me fazendo gemer, era muito tesão e muito prazer, Rafael me fodendo, Lara me lambendo e Pedro comendo o cú de Lara com as mãos fortes nos meus seios, mas eu ainda era o centro das atenções então ela fez Pedro parar de foder o cuzinho dela, sugerindo que ele comece o meu, neste momento o eles me viram colocando meu corpo em cima dela, num 69, com ela lambendo meu grelo, Rafael penetrou minha xana, num vai e vem enlouquecedor e Pedro, tão bem dotado, penetrou no meu cuzinho e também fez um entre sai maravilhoso, fizeram isso muito tempo eu gemia, gritava de prazer, nossa era uma maravilha meu grelo estava todo na boquinha quente da minha amiga, minha melhor amiga, e outros dois gatos me fodiam como nunca ninguém tinha feito, era o céu, gozei e gozei e gozei tanto que perdi as forças. Depois disso deitei e dormi um soninho ali mesmo, enquanto eles recuperavam o fôlego para mais uma transa entre eles.

Autor:Ninfa_safadinha

Doutorsexo’s

Fodão com estranhos

Eu trabalho em uma bar super movimentado da minha cidade, e sempre saio tarde da noite todos os dias,mais sempre tem movimento na praça que fica perto do bar. Sou muito bonita e me considero uma mulher gostosona, tenho uns peitos delicioso, durinhos e grande, coxas grosas e uma bunda massa. Tenho uma boca gostosa, que chamam de boca de chupa pau. Certa vez qdo ia saíndo do trabalho, por volta de uma da madruga, encontrei com uma garota conhecida la do bar que trabalho, ela estava acompanhada de um rapaz que até hoje não sei o que ele era realmente dela.Nossa ela tava chapadona, e ja foi logo me abraçando, como eu sempre gostei de homens e mulheres e tinha alguns dias que não transava, fiquei meio nervosa com os toques dela. Eu tava com uma sainha rodadinha branca curtinha e um top de barriga de fora tomara que caia aqui faz muito calor!! E ela tava com um vestidinho bem curtinho e justinho tomara que caia também. Ela pegou no meu braço e no do cara e nos puxou pra lateral da biblioteca da cidade, onde é escuro e passa poucas pessoas, e ja foi logo me beijando, aquilo me deu o maior tesão que eu deixei. No meio do beijo senti minha blusa baixar, e uma boca quente chupar meus peitos com força, nossa que delicia, era o cara que tava com ela. Ela deu espaço pra ele que continuou chupando meus peitos, lambia o bico, e sugava o peito todinho. Aí ele meteu a mão debaixo de minha saia e alisou minha buceta por cima da calsinha, fiquei louca, ja tava toda molhadinha, ele tirou o cacete durissimo de dentro da bermuda e mandou a menina chupar enquanto ele me beijava. Ela chupava seu pau duro feito uma louca e ela gemia gostoso pra porra. qdo olhei pra ela, ja tava sem roupa a louca, o vestido so tava na cintura, a buceta e os peitões de fora, o cara tirou a blusa e ficou so de cueca e com o cacete de fora. PArou de me beijar e me virou de costa levantou minha saia e puxou minha calsinha até que ela ficasse toda enfiada no meu cu, e começou a lamber meu bumbum e morder, que delicia, eu ja tava pra la de bagdá, louca pra receber a pica na buceta e no cu também, adoro ser enrrabada.Ele me lambia a bunda e mandou a garota chupar meu peito que arrancou minha blusa e me chupava deliciosamente bem, foi qdo ele me puxou com força e tirou minha saia e rasgou minha calsinha, dei gritinhos de tesão, aquilo tava me deixando louca e eu começei a falar baixinho, me come vai gostoso, me fode com esse cacete duro vai porra, mete aqui nessa bucetona vai, come meu cu cachorro, me fode, me lasca toda vai. Ele me colocou sentada no banquinho de cimento e comecou a chupar minha buceta, aí não deu outra gozei na sua boca, ele veio e me beijou, me chupou toda. Eu comecei a meter o dedo na buceta da menina, coloquei um, depois dois e ja tava om tres dedos da buceta da garota, metia com força e a safada gemia feito louca, dizendo que fuder era gostoso demais, meti a boca no meio das pernas dela e chupei a safadinha, meti a lingua dentro da sua bucetinha e a vadia gozou na minha boca. Aí o cara ja ta tava pirado, meteu o dedo na minha buceta também e dizia, goza putona, e socou, socou a té que gozei de novo no seu dedo, ele meteu os dedos na minha boca, que chupei tudo, Aí ele me virou e meteu o a rola na minha buceta que deslizou pra dentro, pois eu ja tava enxarcada de tanto tesão, ele deu varias estocadas metendo de costa e agarrado em meus peitões, puxando e apertando, nossa que maravilha, ele metia sem dor, socava uma atras da outra e eu gemia de tesão, enquanto a garota tava deitada no chao se masturbando sozinha, passando a calcinha com força na buceta e metendo no dedo no seu proprio xibiu. Logo em seguida o cara tirou o pau da minha buceta, e meteu no meu cu, e falou no meu ouvido, eu vou te fuder toda sua vadia gostosa, vou lascar seu cu bandida. Eu so respondi, me fode e me lasca gostosão. E ele meteu sem pena, socou até eu gemer feito louca, aí o danado não aguentou, tiou o pau e gozou em minha bunda. Eu depois de varias gozadas, ja tava mole, trocamos alguns beijos, vestimos as roupas e cada um seguiu seu caminho, todos desconfiados. Foi uma loucura, poderia ter sido supreendida, mais foi maravilhoso, nunca gozei tantas vezes seguidas e gostoso como foi, valeu a experiência, depois desse dia a menina nunca mais deu as caras la no bar.

Autor: Leona

Doutorsexo’s

Banda de hard core AREA-51

Ai pessoal não é só de sexo que se vive o homem……..rssrsr,quando não estou procurando matérias ou putaria no geral para o blog eu tb curto fazer um som com meus camaradas.

Temos banda de hard core desde 2004,tocamos mais para tirar um barato e nos distrair,não somos tão ruins assim……rsrs

Para quem gosta de coisas novas e bandas independentes,entra lá na nossa pagina e ouve nosso somsó clicar no link abaixo blz..essa é a dica da semana.

LINK:http://bandasdegaragem.uol.com.br/hotsite/index.php?id_banda=33015

Doutorsexo’s

Menino tesudo

Sou negra ,39 anos ,uma gordinha simpática

Adoro sexo de todos as maneiras

Sou viúva e sendo assim, tudo ou quase tudo fica mais fácil

Por isso o Nick viuvavegraGG

Vamos ao que interessa

Quinta-feira 18/03 era véspera de feriado aqui , entrei no MSN e estava um garoto (27 anos)vizinho a minha cidade (já me deu carona varias vezes)

Ele vive me enchendo a paciência por quer de todo jeito me comer

Isso é umas 3 a 4 vezes por semana ,chego a bloqueá-lo pra que não me veja

Para me mostrar como seria nossa transa ,ficou me mandando arquivos de metidas espetaculares

Isso durou até a 1 hora da manhã

Ele pedia para eu ficar nua pra poder me ver ,eu claro ria muito ,uma porque não tenho corpão assim pra me mostrar na cam alem de vergonha mesmo

E outra a idade minha/dele (tenho um K com idade)somente saio com homens mais velhos que eu (saia…)

Mas como fazia um certo tempo sem sexo,resolvi brincar um pouco com ele

Disse que se ele abri se a cam também abriria a minha

Quando abriu quase tive um treco ,ele estava nu ,fiquei em choque com tamanho do pau dele ,alem de enorme era muito grosso…

Perguntei quantos centímetros ,ele me respondeu 22/2 cm 11 de diâmetro ,gente na hora me deu um tesão que fiquei molhada ,pois nunca tinha transado com um pau desse tamanhão

Ele ficava me dizendo :

-Imagina você rebolando um pau desse …engolir tudo , Tenho certeza que esta louca pra me dar …e ficava se alisando

Ele dizendo essas coisas me deixou em brasas

Perguntei pra ele se rolar como vamos fazer?

Na hora ele disse :

T o passando ai na frente de sua casa em 15 minutos ,me espera

E assim pluft !!! saiu MSN ,fiquei frustrada e com raiva mas…….

Fechei a porta e sai na rua , como estava muito tarde fiquei meio que escondida atrás da arvore em frente minha casa .

Ele chegou de moto ,desceu e disse rindo:

Que ta fazendo ai atrás no escuro

To me escondendo porque estou de roupas de dormir

Sai deixa eu te ver direito , e eu sai….

Nossa que tesão quero meter em você agora vestida assim

Eu estava de baby dool ,fiquei olhando ,não dava pra acreditar que aquele mocinho lindo queria mesmo me foder

Ele veio pra perto de mim e simplesmente me puxou , me deixando de cara com o muro, enquanto falava,Vai me dar esse rabinho gostoso e passava as mãos sobre meus seios

beijava o pescoço eu sentia seu pau querendo explodir na bermuda , loucura

eu já nem lembrava da idade dele ,ficava rebolando naquele pau gostoso

isso safada ….vamos no motel você vai deixa eu comer esse cozinho e foi descendo a mão na direção de minha buceta já toda encharcada de tesão ahhhhhhhhhhh

Der repente nossa!!!! E agora ? fazer o que ,gritei e entrei correndo pra de baixo da área no fim do corredor de minha casa ,parecia que estava pagando meus pecados do nada caiu um dilúvio tanto era a chuva ,Ele colocou a moto no quintal e foi p/ junto de mim

Fiquei meio sem jeito ele ainda cheio de tesão,molhado me beijou e foi descendo minha cabeço a te a altura da bermuda

Pede pra que eu fique de joelhos ,quando tirou a bermuda/cueca ualllllllllllllllll

quase me bate na cara com aquela maravilha ,bem torneado e com uma chapeleta maior ainda , seu saco era incrivelmente cheio lizinho, comecei a massagear aquele cassete fazendo vai e vem devargazinho sua respiração ficou mais pesada Comecei a circular minha língua ao redor dele abocanhei a cabeçona e fui descendo ..comecei a punheta-lo com a boca que pau gostoso sugava aquela pica com vontade

Marcio nome fictício me chamava de putinha gostosa e isso me excitava mais ainda

Minha buceta pingava de tesão

-Vem aqui safada .. me fez sentar bem na ponta da cadeira tirou meu shorts e ficou brincando com a calcinha no meu clitóris

Ela vendo meu tesão puxou a calcinha de lado e caiu de boca na minha xana suas chupadas me davam mais tesão ainda ,tirou minha calcinha

Me fez levantar e ficar deitada de costas na mesa ,dizia toda hora :

-Que puta gostosa você é ,não agüento ver essa buceta pedindo pau, acariciava meu clitóris com a língua e metei os dedos com força

Disse pra ele que iria gozar

-Goza fica bem lambuzada safada eu quero enterrar ate o saco nela ,me agarrei a ele e gozei com um grito ele tapou minha boca e dizia que eu fizesse com seu pau o mesmo estava fazendo com seus dedos mastigando eles com minhas contrações

Mau tinha gozado, ele me puxou mais pra perto dele e sem frescura enterrou aqueles 22/2 cm por 11 de diâmetro na minha buceta ,pedi pra ele ir de vagar

Olha p/ mim sua biscate , me deu um belo tapa na cara, isso tirou do serio ,

comecei a gritar ,então é assim ñ consegue meter direito e quer me bater ?

se soube-se meter me arrombava agora

O menino perdeu controle , dizia :

Você acha que não sei meter ?é assim que meto em puta como você ,a cada estocada sentia minha buceta se alargando,sentia as bolas do seu saco bater na minha bunda

-Vou deixar sua buceta regaçada safada ordinária ,não perdi tempo ,jogava a buceta de encontro aquele bruto

Minha xana ardia e a dor era imensa ,mas meu tesão beirava a loucura ,sempre desejei ser fodida , preenchida por uma rola grande e grossa

Nossa! …….Tremi na base ……………..Que tesão…………………….

Ele tirava o pau da minha buceta melada que escorria pelo meu cu e enterrava tudo de novo

-Vem foder a sua puta como você prometeu, mete bem forte tesão …

Ele mexia rápido com os dedos no meu clitóris e dava tapinhas de leve

Comecei a rebolar mais ainda e ele sentindo que eu iria gozar ,metia com força descomunal sentia como se ele fosse me partir ao meio

Sua respiração ficou mais forte

-Isso vai puta to gozando ,goza comigo

Senti ele estremecer e gozei junto,ele desabou sobre de mim ,me beijava e dizia

-Isso vagabunda continua assim… faz sua buceta mastigar meu pau… ficamos vários minutos nesta posição .

Marcos me pediu se poderia tomar um banho ,abri a porta mostrei onde fica o banheiro , fui p/ meu quarto

Gente…quando me vi no espelho parecia realmente um puta ,olhos brilhando e um sorriso rasgado no rosto

Ele me chamou , quando entrei vi que seu pau estava meia bomba

-Perguntei seu pau ñ baixa nunca ?

Ele riu e disse baixar ,baixa sim…mas só depois de comer seu cuzinho

Fiquei na expectativa e com receio do tamanho,ele me disse como eu já tinha dado o cu ñ seria difícil ,fiquei em baixo do chuveiro com ele agachado atrás de mim

Passava o sabonete da bunda ate chegar no meu grelo ,confesso que já estava com tesão

Ele me virou de frente p/ ele ,me enfiava os dedos e dizia :

-Olha aqui safada ,minha porra ainda ta saindo dessa buceta ,começou enfiando também no meu cu …um dedo…..dois dedos …..no terceiro reclamei

-Eu sabia…. você mesmo sendo uma puta experiente , ñ iria agüentar dar o cu pra mim rsrsrs, nem três dedos você agüenta …

Bem… eu tinha que provar meu potencial para o garoto

Fomos para quarto peguei um gel….. que já foi usado em um certo “alguém”

Ele se sentou em um cadeira e jogou um travesseiro no chão ,e ficou me olhando ,fui até ele comecei a beijá-lo fui descendo mordisquei seu peito ,até abocanhar aquele cacetão , chupava com gosto ,ele me segurou e passou a enfiava tudo na minha boca ,quanto mais eu tentava erguer a cabeça ,mais ele a forçava p/ baixo ,pensei que ele iria gozar na minha boca

Ele se levantou me beijou sussurrando no meu ouvido

To adorando ter uma puta como você ,sabe chupar e tem uma buceta muito gostosa ,mas ainda ta me devendo algo

Sentou na cama de pernas abertas e me pediu que eu deita-se de costas e coloca-se minhas pernas ao lado das dele ,me arrepiava olhar aquele pau sem tamanho, quase encostando na minha xana

Me acariciava… apertava o bico dos meus seios ,me chamando de vadia e me comia com os dedos

Fiquei de quatro ele começou a passar o gel ,enfiar o dedo bem devagar passou a dar linguadas no meu cu ,tirava e enfiava o dedo

Encostou aquele fenômeno na entradinha e foi forçando ..eu gemia de dor

ele segurava minha cintura , tirava e colocava ,após uns minutos já sentia que faltava pouco p/entrar tudo ,já com tesão eu disse :

-Isso lindo mete ……assim na sua putinha…….continua ….vai fode gostoso o meu cú

-Assim sua vadia ? e socou tudo de uma vez ,senti meus olhos encherem de lagrimas Ele bombava com tanta força que sentia meus seios doerem ,tanto que balançavam

-Ai cadela ñ queria um pau grande ? to sentindo meu pau arrobar teu cú

Meu cu estava latejando , e ele dizendo sacanagens , foi me dando tesão ,comecei a curtir jogava minha bunda de encontro aquele mastro

Ele dava tapinhas na minha bunda ,dizendo que eu teria de ser a puta dele em todos os sentidos

Voltou a sentar na cadeira e disse :

-Vamos ver se você ainda continua apertada

Virei de costas p/ ele , fui sentando naquela vara desci e subi uns 4 vezes, larguei o corpo e senti meu cu dilatado pulsando ao redor do menino

Sentia calafrios de dor / tesão ,abri minha bunda com as duas mãos e pedi p/ me rasgar toda

-Ahhhhhh…. delicia rebola cachorra vicia ,goza no meu pau ,vai delicia

Gozei preenchida pelo meu desejo (um cassete enorme no cu)

Ele ainda duro feito pedra,levantou com o pau no meu cú ,apoiei as mão na cama ,após varias socadas absurdas de forte ,gozou na minha bunda senti o leitinho quente descer no meu rego ate a buceta

Quando ele foi embora fiquei pensando no que tínhamos feito ,e lembrei de uma frase

ACORDO ARREPENDIDA,MAS NÃO DURMO COM VONTADE

Depois dessa ainda não tive coragem de tc com ele

Ele continua me mandando arquivos

E dizendo que quer bis ,quem sabe……

Autor: viuva negraGG

Doutorsexo’s